Atos Negros

Conjurando...

Fazer Pacto

BATE-PAPO - DEMONOLOGIA - O QUE NÃO TE CONTAM - 5 de maio de 2021

Quebra essa aí, te custa nada

E como vocês estão galera? Já perceberam que hoje não iremos falar de evocação de arquétipos mas sim de entidades “pensantes” que a galerinha encontra nos seus álbuns de figurinhas de anjos e demônios e jura que são BFF… Sei que é patético, mas você deve conhecer alguém aqui que faz isso.

Começou com 72

Sim, essa moda deve ter começado lá por meados dos anos 2000 com a chegada da banda larga nem tão larga assim no Brasil, aqui usava-se uma marca chamada Velox que tinha 256Kb/s de velocidade, então até pode parecer pouco para as velocidades atuais, mas também era um grande avanço aos 3,6Kb/s que a internet discada entregava… Mas pra que todo esse papo de nerd de informática se o assunto é demônio e anjo? Nos próximos 2 parágrafos eu vou explicar como houve a infestação de entidade online, caso já saiba pule e continue o texto.

Posicionamento temporal

Percebam que eu que era da época da internet discada tinha como entretenimento virtual sala de bate papo (UOL) e fazer downloads de personagens do MUGEN e quando necessário baixar algum material para trabalho de escola, normalmente documentos em *.Rtf ou *.Txt, formatos que nem em sonho passariam imagens pela internet… Ou seja, a GOETIA de quem viveu nessa época era muito mais em texto que gráfica, e era com isso que eles se viravam, lendo e lendo cada vez mais, porque podem estranhar, mas essa era a diversão da internet, LER.

Ainda não entendi porra nenhuma

Com o aumento da velocidade da internet, mas nem tanto tivemos acesso à sites com imagens e textos e pequenas animações GIF, porém vídeos e áudios ainda eram escassos naquele período, e foi quando então o público brasileiro foi apresentado a 2 materiais que iam fazer a moda no meio ocultista: GOETIA e HP Lovecraft. Goetia sendo do Salomão e o Lovecraft sendo apenas contos de horror cósmico que um certo grupo (cof, cof, magia caótica), decidiram que era real e iriam cultuar, já que assim como na GOETIA o mundo de Lovecraft também era repleto de criaturas fantásticas, e era difícil demais praqueles jovens imbecis aceitarem que não era real, e assim veio o culto à Cthulhu.

Muito papo pouca prática

Bom, agora vocês tiveram uma pequena aula de informática e como esses materiais invadiram as casas das pessoas, você já leram aqui e na IMPERIUM como a GOETIA  foi banalizada, onde eu mesmo a anos chamo de POKE-GOETIA, onde o objetivo não é estudar e evocar entidades, mas imprimir selos e dizer que capturou algumas delas, normalmente as mais pops.

Mas meu tio é mação e ele sempre soube dessas coisas

Por isso que eu não te apresento aos amigos, criatura, não percebeu que não estou falando da popularidade do material em sim, mas de quando ele tornou popular no meio online no BRASIL? Antes disso todos esse material que parecia novidade pra gente já era material de papo de bar de um bando de burgueses aristocratas do final de 1800 e começo de 1900, onde estudar esse tipo de coisa poderia render algum lucro com apresentações e criação de livros.

E onde entram os guarda costas nisso?

Percebam que de uns tempos pra cá com a alta de vídeos, áudios e fotos na internet, tudo o que era “segredo” todo mundo faz, ou seja, se antes era complicado fazer um ritual evocatório, hoje você encontra alguém ensinando igual ao livro, o que lhe poupa o tempo de ler, e ainda terá algum idiota fazendo uma versão toda picotada do ritual e dizendo que funciona, e adivinha quem terá mais likes e views? Pois é, estamos vivendo a geração ocultista web MAIS PREGUIÇOSA de todos os tempos, muitos que veem as postagens do Facebook sequer clicam na matéria pra ler e já saem cagando regras… sim, é de você que eu tô falando.

Tá e os guarda costas, Gigim?

Pois é, com essa facilidade de encontrar os ritos, e com a facilidade de colecionar empatia por entidades que em sua maior parte sequer existem, criou-se uma histeria coletiva que basta você escolher uma entidade, fazer uma rezinha e pronto, capturou o seu POKEMON, e isso vocês podem ver facilmente em comunidades sobre goétia e magia angelical, onde uns vagabundo mudam de entidade de idolatria como mudam de modelo de tênis, e gente, isso não é praticar magia, é parecer um bobo alegre.

Mas dá pra escolher uma entidade e criar o vínculo com ela?

E finalmente uma pergunta decente, e sim dá, e é o que irei falar na próxima parte dessa matéria, onde como vocês já devem ter reparado eu começo dizendo O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER, pra só então começar a fazer do ZERO de forma correta.

Então é isso, hoje o texto ficou bem longo mas vai ser bem pro que estamos planejando.

Até a próxima, Hasta.


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS